05
Ter, Jul
ptenfres

A pernambucana Cecilia Costa, de apenas 15 anos, torcedora e ex-atleta do Sport Club do Recife, protagonizou a principal surpresa do dia no feminino do Taroii Juniors Cup ao derrubar a principal favorita, Ana Candiotto, por 2 sets a 0 com parciais de 6/4 6/2. O torneio conta pontos no ranking mundial juvenil e tem parceria com a Confederação Brasileira de Tênis e a Federação Catarinense de Tênis.Veja a evolução do Brasil no quadro de medalhas."Comecei batendo bem na bola, mas a partir do 2 a 1 comecei a errar bastante , ela abriu 4 a 1, pensei só em me soltar , diminuir os erros e fazer ela jogar mais uma bola sempre e fechei 6/4 e administrei bem o segundo", disse Cecília que treina com Candiotto em Barueri (SP): "Sensação é boa, nunca tinha vencido ela em treino, entrei colocando como um desafio para mim , pensando em jogar bem, me soltar e ir pra cima dela e consegui".

Sua próxima adversária será a cabeça de chave 8, a brasileira Nicole Serraglio que superou a paraguaia Paloma Villalba: "E

-Estou com expectativa bem alta porque me sinto bem em quadra e me sinto em uma fase bem boa".

Cecilia se inspira em Serena Williams e Roger Federer e também nas meninas do tênis medalhistas olímpicas, Luisa Stefani e Laura Pigossi:

"Me inspiro nelas, a Olimpíada, depois a Luisa no US Open, pena o que aconteceu com ela lá, mas vai voltar logo. Com certeza o que elas fizeram e vêm fazendo me inspira".

“Aconteceu nos dias 12 e 13 de junho, a 3ª prova do Campeonato Brasileiro de Enduro, um dos maiores campeonatos da modalidade na América Latina !O nosso piloto bambuienses Paulo Augusto Israel esteve presente no evento que disputou entre os mais rápidos, nas principais categorias, numa p rova muito dura e exigentena cidade de Patrocínio-MG, f icando em 3° lugar na categoria:
EAmador Nacional

Paulo Augusto Israel disputou também a Copa do Cerrado de Enduro que é um Campeonato que acontece em MG, mais no triângulo mineiro com pilotos participantes de Minas, Goiás e de São Paulo. É um campeonato regional. Este campeonato começou no ano passado, em duas etapas . Fiz uma no ano passado ficando em 6° lugar. Esta é a 3ª etapa, porque valeu o campeonato de 20 e 21 Nesta 3° etapa fiquei em 1° lugar. Foram quatro voltas: uma de reconhecimento, e três voltas valendo.

Fui também muito bem classificado , com o 4° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema SC que disputei nos dias (15 e 16/5) : a 1ª e 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema (SC).

No final de fevereiro, cheguei a viajar até a cidade de Itapema para a abertura da temporada, porém a prova foi adiada na véspera devido à situação da pandemia na região. De volta ao litoral catarinense, estive muito animado e confiante, devido a bastante treino, durante um ano! Fiz bonito e consegui o 4°lugar, onde competi com vários pilotos experientes. Senti um pouco de dificuldade porque havia chovido, na véspera da prova e o terreno apresentava-se bastante molhado e diferente do nosso terreno, que é muito pedregoso.

“A próxima etapa é agora em Nova Horizonte. Tem mais etapas em: Goíás, Espírito Santo, São Paulo, em MG, outra etapa, em uma cidade de SC, com divisa finalizou o piloto ao Jornal da Canastra.

A equipe do Jornal da Canastra parabeniza este talentoso atleta bambui-ense, pelo 3° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro que aconteceu em Patrocínio, nos dias 12 e 13 de junho.

A equipe do Jornal da Canastra deseja ao piloto muito sucesso, nas etapas futuras!

“Copa do Cerrado de Enduro é um Campeonato que acontece em MG, mais no triângulo mineiro com pilotos participantes de Minas, Goiás e de São Paulo.É um campeonato regional. Este campeonato começou no ano passado, em duas etapas . Fiz uma no ano passado ficando em 6° lugar. Esta é a 3ª etapa, porque valeu o campeonato de 20 e 21 valendo. Nesta 3° etapa fiquei em 1° lugar. Foram quatro voltas: uma de reconhecimento, e três voltas valendo.


Fui também muito bem classificado , com o 4° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema SC que disputei nos dias (15 e 16/5) : a 1ª e 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema (SC).
No final de fevereiro, cheguei a viajar até a cidade de Itapema para a abertura da temporada, porém a prova foi adiada na véspera devido à situação da pandemia na região. De volta ao litoral catarinense, estive muito animado e confiante, devido a bastante treino, durante um ano ! Fiz bonito e consegui o 4°lugar, onde competi com vários pilotos experientes. Senti um pouco de dificuldade porque havia chovido, na véspera da prova e o terreno apresentava-se bastante molhado e diferente do nosso terreno, que é muito pedregoso.


“A próxima etapa é agora nos dias 12 e 13 de junho, em Patrocínio, MG e depois volta para o sul, em Nova Horizonte. Tem mais etapas em: Goíás, Espírito Santo, São Paulo, em MG, outra etapa, em uma cidade de SC, com divisa com a Argentina.
Já fiz: Enduro de Regularidade, onde já fui Campeão Mineiro. Dei uma parada por algum tempo e volto com tudo, com muita autoestima para este Campeonato Brasileiro de Enduro, que é mais portento! Estou treinando muito e tenho apoio simbólico de algumas empresas de Bambuí. Estou concorrendo com pilotos que têm grandes patrocinadores das empresas como a: Honda, Yamarra, Beta. Concorro com recursos próprios. Todos os pilotos que subiram ao Pódio comigo fazem parte de alguma equipe e sou o único que concorro com recursos próprios


A disputa contou com um percurso de 42 quilômetros, divididos em três especiais (trechos cronometrados), sendo um Cross Teste e dois Enduro Teste. Os pilotos participantes do Enduro tiveram que fazer três voltas , no sábado e mais três no domingo”, comentou Paulo Augusto, ao Jornal da Canastra.
A equipe do Jornal da Canastra parabeniza este talentoso atleta bambuiense, pelo 4° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro que aconteceu em Itapema, SC !
A equipe do Jornal da Canastra deseja ao piloto muito sucesso, nas etapas futuras!

 

pPaulo Augusto Israel , no Pódio ,em 1° lugar , Copa do Cerrado de Enduro

Faltam 07 meses para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O Centro Aquático vai receber grandes nomes da natação mundial.
O Centro Aquático de Tóquio fica localizado no Parque Litoral de Tatsumi. Além das provas da natação, o local vai sediar provas de saltos ornamentais, nado sincronizado, além de diversos eventos paralímpicos. A princípio estima-se que a construção do local já tenha batido a marca dos 90%. Isso porque a última parcial divulgada em outubro deste ano já chegava perto desse número.


O Tokyo Aquatics Center custou cerca de 56,7 bilhões de Ienes. A área possui cerca de 65.500 metros quadrados. Mas para conseguir uma entrada, os torcedores precisarão de rapidez. Isso porque são apenas cerca de 15 mil lugares destinados para o público em geral. Mais de 1% dessas vagas serão destinadas para pessoas com algum tipo de deficiência. A ideia dos organizadores é que o Centro de Tóquio se torne uma das maiores arenas aquáticas do planeta.


Classe mundial

O Centro Aquático está sendo apresentado como uma das mais importantes instalações dos Jogos. Algo semelhante como que aconteceu nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Na ocasião, o Cubo D’água, que sediou a natação, foi considerado um dos grandes destaques da competição.
“O Centro Aquático de Tóquio se tornará uma instalação de classe mundial para eventos de natação e saltos ornamentais”, disse Tomofumi Kusano, diretor sênior de instalações. “Mesmo após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, esperamos manter essa reputação”, completou ele.
A piscina

Logicamente, a piscina dos Jogos Olímpicos de Tóquio terá o tamanho e as características padrões de qualquer evento internacional. Ou seja, são 50 metros de comprimento, com 25 metros de largura e 3 metros de profundidade. Mas algumas dessas características podem ser alteradas.
Isso porque há uma tecnologia que permitirá ajustar o comprimento e a profundidade para ações futuras. Portanto, essas mudanças poderão ser feitas em eventos depois dos Jogos. Os organizadores disseram que a ideia é que a piscina permaneça com visitação aberta. Espera-se que mais de um milhão de pessoas por ano visitem não só as instalações olímpicas da natação, mas todo o parque olímpico da região.
Além disso, os organizadores traçaram a meta de atingir ao menos 10 grandes competições por ano no local.
Fonte: Agência Brasil

Mais Artigos...

Subcategorias

Festival de Dança de Bambuí