15
Ter, Jun
ptenfres

“Copa do Cerrado de Enduro é um Campeonato que acontece em MG, mais no triângulo mineiro com pilotos participantes de Minas, Goiás e de São Paulo.É um campeonato regional. Este campeonato começou no ano passado, em duas etapas . Fiz uma no ano passado ficando em 6° lugar. Esta é a 3ª etapa, porque valeu o campeonato de 20 e 21 valendo. Nesta 3° etapa fiquei em 1° lugar. Foram quatro voltas: uma de reconhecimento, e três voltas valendo.


Fui também muito bem classificado , com o 4° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema SC que disputei nos dias (15 e 16/5) : a 1ª e 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro, em Itapema (SC).
No final de fevereiro, cheguei a viajar até a cidade de Itapema para a abertura da temporada, porém a prova foi adiada na véspera devido à situação da pandemia na região. De volta ao litoral catarinense, estive muito animado e confiante, devido a bastante treino, durante um ano ! Fiz bonito e consegui o 4°lugar, onde competi com vários pilotos experientes. Senti um pouco de dificuldade porque havia chovido, na véspera da prova e o terreno apresentava-se bastante molhado e diferente do nosso terreno, que é muito pedregoso.


“A próxima etapa é agora nos dias 12 e 13 de junho, em Patrocínio, MG e depois volta para o sul, em Nova Horizonte. Tem mais etapas em: Goíás, Espírito Santo, São Paulo, em MG, outra etapa, em uma cidade de SC, com divisa com a Argentina.
Já fiz: Enduro de Regularidade, onde já fui Campeão Mineiro. Dei uma parada por algum tempo e volto com tudo, com muita autoestima para este Campeonato Brasileiro de Enduro, que é mais portento! Estou treinando muito e tenho apoio simbólico de algumas empresas de Bambuí. Estou concorrendo com pilotos que têm grandes patrocinadores das empresas como a: Honda, Yamarra, Beta. Concorro com recursos próprios. Todos os pilotos que subiram ao Pódio comigo fazem parte de alguma equipe e sou o único que concorro com recursos próprios


A disputa contou com um percurso de 42 quilômetros, divididos em três especiais (trechos cronometrados), sendo um Cross Teste e dois Enduro Teste. Os pilotos participantes do Enduro tiveram que fazer três voltas , no sábado e mais três no domingo”, comentou Paulo Augusto, ao Jornal da Canastra.
A equipe do Jornal da Canastra parabeniza este talentoso atleta bambuiense, pelo 4° lugar, no Campeonato Brasileiro de Enduro que aconteceu em Itapema, SC !
A equipe do Jornal da Canastra deseja ao piloto muito sucesso, nas etapas futuras!

 

pPaulo Augusto Israel , no Pódio ,em 1° lugar , Copa do Cerrado de Enduro

Faltam 07 meses para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O Centro Aquático vai receber grandes nomes da natação mundial.
O Centro Aquático de Tóquio fica localizado no Parque Litoral de Tatsumi. Além das provas da natação, o local vai sediar provas de saltos ornamentais, nado sincronizado, além de diversos eventos paralímpicos. A princípio estima-se que a construção do local já tenha batido a marca dos 90%. Isso porque a última parcial divulgada em outubro deste ano já chegava perto desse número.


O Tokyo Aquatics Center custou cerca de 56,7 bilhões de Ienes. A área possui cerca de 65.500 metros quadrados. Mas para conseguir uma entrada, os torcedores precisarão de rapidez. Isso porque são apenas cerca de 15 mil lugares destinados para o público em geral. Mais de 1% dessas vagas serão destinadas para pessoas com algum tipo de deficiência. A ideia dos organizadores é que o Centro de Tóquio se torne uma das maiores arenas aquáticas do planeta.


Classe mundial

O Centro Aquático está sendo apresentado como uma das mais importantes instalações dos Jogos. Algo semelhante como que aconteceu nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Na ocasião, o Cubo D’água, que sediou a natação, foi considerado um dos grandes destaques da competição.
“O Centro Aquático de Tóquio se tornará uma instalação de classe mundial para eventos de natação e saltos ornamentais”, disse Tomofumi Kusano, diretor sênior de instalações. “Mesmo após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, esperamos manter essa reputação”, completou ele.
A piscina

Logicamente, a piscina dos Jogos Olímpicos de Tóquio terá o tamanho e as características padrões de qualquer evento internacional. Ou seja, são 50 metros de comprimento, com 25 metros de largura e 3 metros de profundidade. Mas algumas dessas características podem ser alteradas.
Isso porque há uma tecnologia que permitirá ajustar o comprimento e a profundidade para ações futuras. Portanto, essas mudanças poderão ser feitas em eventos depois dos Jogos. Os organizadores disseram que a ideia é que a piscina permaneça com visitação aberta. Espera-se que mais de um milhão de pessoas por ano visitem não só as instalações olímpicas da natação, mas todo o parque olímpico da região.
Além disso, os organizadores traçaram a meta de atingir ao menos 10 grandes competições por ano no local.
Fonte: Agência Brasil

Confira, a seguir, uma lista com todas as modalidades das Olimpíadas de Tóquio 2021 e as características de cada uma. 1.Basquete
A primeira vez que o basquetebol figurou nas Olimpíadas valendo medalha foi em 1936, em Berlim.
Nas modalidades masculina e feminina, os Est. Unidos são os maiores vencedores do basquete mundial. 2. Basquete 3 x 3
A modalidade, variação do tradicional basquete 5 x 5, fará a estreia nos Jogos Olímpicos em Tóquio. 3.Tiro com arco
Modalidade intro-duzida nas Olimpíadas de Seul, em 1988, tem os sul-coreanos como potência hegemônica - eles conquistaram todos os ouros nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016 . 4.Ginástica artística
Uma modalidade presente desde a primeira versão dos Jogos Olímpicos modernos, em 1896.
No masculino, os melhores ginastas são de Japão, China e Rússia. Entre as mulheres, destacam-se Estados Unidos, Rússia e China. 5. Nado artístico
A tradição da modalidade vem do nado ornamental e ballets aquáticos, comuns no fim do século 19.
O esporte estreou nas Olimpíadas em 1984, em Los Angeles, e tem Estados Unidos e Canadá como maiores vencedores historicamente.
6. Atletismo
O esporte é dividido em várias categorias e sempre esteve presente nos Jogos Olímpicos modernos.
Nas provas curtas, americanos e atletas dos países caribenhos dominarm.. Nas de longa distância, os africanos são os mais fortes.
7. Badminton
Esporte olímpico desde os jogos de Barcelona, em 1992, o badminton - uma mistura de tênis com vôlei, em que a bola é uma peteca - é dominado pelos chineses. 8.Baseball esoftball
Em português, beisebol e softbol.
O baseball era um esporte de demonstração no começo do século 20, passando a valer medalha em 1992.
Depois de 2008, deixou de ser um esporte olímpico, mas voltará a ser em Tóquio
Cuba é o país com mais medalhas de ouro na modalidade. Softball é um esporte irmão.
9. Vôlei de praia
A estreia do vôlei de praia como esporte olímpico foi em 1992, em Barcelona.
Os países mais fortes na categoria são Brasil e Estados Unidos.
10. Boxe
Boxe é uma das modalidades das Olimpíadas desde 1904, quando os jogos foram disputados em St. Louis.
Cuba e Estados Unidos são os dominantes da categoria.
11.Canoagem Slalom
É uma modalidade em que o canoísta deve completar um percurso em cor-redeira no menor tempo possível.
Sua estreia olímpica foi em Munique, em 1972, e os europeus República Tcheca, Alemanha, França, Eslová-quia, Eslovênia e Grã-Breta-nha são favoritos.
12. Canoagem velocidade (sprint)
Essa categoria é realizada em água plana, em baterias de várias distâncias.
Antes de se tornar uma das modalidades das Olimpíadas, em 1936, a canoagem sprint foi um esporte de demonstração.
Nesse esporte, há vários países com bons resultados, como Alemanha, Grã-Bretanha e Brasil. 13.Ciclismo BMX corrida
Diferente do freestyle, aqui, o objetivo é chegar na frente dos adversários ao percorrer uma pista.
A primeira competição a nível olímpico ocorreu em Pequim, 2008.
Estados Unidos, Colômbia e Austrália são três dos países mais tradicionais na modalidade.
14.Ciclismo BMX Freestyle
Nessa modalidade, os competidores têm duas oportunidades para mostrar suas manobras em 60 segundos.
A categoria vai estrear como esporte olímpico em Tóquio.
Os favoritos à medalhas vêm da Austrália, Vene-zuela, Japão, Estados Unidos e Inglaterra.
15.Ciclismo mountain bike
Os participantes percorrem entre quatro a seis quilômetros em trilha.
Tornou-se uma das modalidades das olimpíadas em 1996, em Atlanta.
16.Ciclismo de estrada
Essa modalidade existe desde os primeiros Jogos Olímpicos, em 1896.
Em 2021, será a primeira vez que o ponto de partida e de chegada dos ciclistas serão diferentes (tradicionalmente, era um circuito).
Os países europeus são os mais fortes na modalidade, mas, nos últimos anos, a Colômbia tem apresentado ciclistas de destaque, inclusive o último campeão do Tour de France. 17. Ciclismo de pista
Nessa modalidade, os ciclistas competem em uma pista fechada.
É disputada desde 1896.
Nas últimas Olimpíadas, os britânicos faturaram a maior parte das medalhas. 18.Saltos ornamentais
O esporte em que os competidores fazem acrobacias ao saltar em uma piscina se tornou uma das modalidades em 1904.
Estados Unidos são a potência hegemônica, mas, desde 1984, os chineses têm disputado no mesmo nível.
19. Hipismo
Modalidade que estreou nas Olimpíadas em 1900, envolve competições individuais e em time.
Entre as nações favoritas, estão Suécia, França, Estados Unidos e Grã-Bretanha.
20. Esgrima
Esporte olímpico desde a fundação das Olimpíadas modernas, a esgrima tem participantes fortes de todos os continentes, que a torna uma das modalidades mais difíceis de prever o resultado.
21. Futebol
Nas Olimpíadas, é o esporte reconhecido como o mais popular do planeta é disputado por jogadores com até 23 anos de idade.
O futebol é jogado nas Olimpíadas desde 1900 e tem o Brasil como um dos países favoritos à medalha de ouro.
22. Golfe
O golfe figurou como uma das modalidades das Olimpíadas de 1900 e 1904, depois deixou de ser esporte olímpico, voltando a ser em 2016.
Os americanos são os maiores vencedores na categoria masculina, enquanto as competidoras da Coreia do Sul são as favoritas no feminino.
23. Handebol
Originalmente jogado ao ar livre, o handebol se tornou esporte olímpico em 1936, nas Olimpíadas de Berlim. Entre os homens, apenas uma vez um país não europeu ganhou ouro: a Coreia do Sul, que já faturou seis medalhas no feminino. 24. Hóquei na grama
Como estamos falando dos Jogos Olímpicos de verão, o hóquei é jogado na grama, não no gelo.
Tornou-se esporte olímpico em 1908 e tem a Índia como principal equipe no cenário global.
25. Judô
Arte marcial de origem japonesa tornou-se esporte olímpico em 1964, e é uma das modalidades das Olimpíadas que mais garantem medalhas para o Brasil.
26. Karatê
Em 2021, veremos pela primeira vez o karatê como esporte olímpico.
Apesar de ser uma modalidade tradicional japonesa, os campeonatos mundiais têm vencedores de várias nacionalidades. 27.Maratona aquática
A estreia como uma das modalidades das Olimpíadas ocorreu em Pequim, em 2008.
É um esporte em que atletas de vários países têm chances de medalha.
28.Pentatlo moderno
Modalidade curiosa, pois agrega hipismo, esgrima, natação, corrida e tiro em uma única competição.
Esporte desde os jogos de Estocolmo, em 1912, o pentatlo moderno tem Hun-gria e Suécia entre os países mais fortes. 29.Ginástica rítmica
Esporte olímpico desde 1984, a ginástica rítmica é há muito tempo uma modalidade liderada pela Rússia.
30. Remo
O remo estreou como esporte olímpico nos jogos de Paris, em 1900.
Atualmente, Nova Zelândia, Grã-Bretanha, Alemanha, Austrália e Estados Unidos estão entre os países mais fortes na modalidade.
31. Rugby
As disputas do rugby valeram medalha olímpica em 1900, 1908 e 1924.
Depois de muito tempo, voltou a ser um esporte olímpico em 2016, em um formato com sete jogadores em cada time - a modalidade mais jogada é com 15.
Nova Zelândia costuma impor muito medo aos adversários, mas África do Sul, Grã-Bretanha e França também têm times fortes.
32. Vela
Desde as Olimpíadas de 1900, só em 1904 os Jogos Olímpicos não tiveram competições de vela.
Europeus da Grã-Bretanha, Espanha, França e Noruega são fortes, mas Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia têm se destacado também.
33. Tiro
Desde os primeiros Jogos Olímpicos nesta versão moderna, em 1896, apenas em duas ocasiões não houve competição de tiro.
Os maiores medalhistas são Estados Unidos, China e Coreia do Sul.
34. Skate
Um esporte urbano bem mais recente que a maioria das outras modalidades das olimpíadas, o skate fará sua estreia nos jogos de Tóquio.
Os donos da casa estão particularmente esperançosos, já que Aori Nishimura é uma das favoritas a levar medalha na categoria feminina, e Yuto Horigome no masculino.
35. Escalada
É mais um esporte que vai estrear nos Jogos Olímpicos de Tóquio.
Japão, Alemanha, Grã-Bretanha e Eslovênia têm boas chances de medalha nesta modalidade.
36. Surfe
A maior potência historicamente no esporte são os Estados Unidos, mas, recentemente, os brasileiros têm faturado muitas conquistas.
37. Natação
A primeira vez que uma piscina foi utilizada para a competição de natação nas Olimpíadas foi em 1908, em Londres.
38. Tênis de mesa
A estreia do tênis de mesa como esporte olímpico ocorreu em 1988, nos jogos de Seul.
É uma das modalidades das olimpíadas com a maior supremacia de um país, a China.
39. Taekwondo
A arte marcial apareceu pela primeira vez nos Jogos Olímpicos em 1988, na Coreia do Sul.
Valendo medalha, a estreia foi em Sydney, no ano de 2000.
Coreanos são os favoritos nesta modalidade.
40. Tênis
Este é um esporte que estava nas primeiras Olimpíadas modernas, mas depois de 1924 foi removido dos Jogos Olímpicos, retornando em 1988.
Entre os homens, os principais atletas do mundo no tênis são o suíço Roger Federer, o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal.
41. Ginástica de trampolim
Tornou-se uma das modalidades das Olimpíadas em 2000, nos jogos de Sydney.
Até aqui, os países que mais conquistaram medalhas na categoria são China e Canadá.
42. Triatlo
O esporte, que combina natação, ciclismo e maratona, tornou-se uma modalidade olímpica em 2000.
Há vários países com chance de medalha.
43. Vôlei
Em 1964, Tóquio também sediou as Olimpíadas - e foi naquele ano que o voleibol se tornou um esporte olímpico.
É uma das maiores esperanças de medalha para o Brasil, tradicionalmente muito forte na categoria.
44. Polo aquático
Espécie de handebol na água, o polo aquático apareceu ainda nas Olimpíadas de Paris, em 1900.
Esporte em que países do leste europeu, como Hungria, Sérvia e Croácia são muito competitivos.
45. Halterofilismo
O levantamento de pe-so está presente desde as Olimpíadas de 1896, em Atenas.
China e países do antigo bloco soviético têm grande tradição na conquista de medalhas nesta modalidade.
46. Luta
A modalidade é disputada em duas categorias: luta greco-romana, presente desde as primeiras Olimpíadas, desde 1904.
Atletas russos são os mais vencedores, seguidos por lutadores dos Estados Unidos, Japão, Geórgia e Turquia.

O presidente Guy Peixoto Jr, da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), declarou apoio à chapa “COB + Forte”, comandada por Rafael Bittencourt Westrupp (ex-atleta de Tênis) e Emanuel Scheffer Rego (ex-atleta de Vôlei de Praia), para a eleição do Comitê Olímpico do Brasil (COB), que escolherá presidente, vice-presidente e sete membros representantes das Entidades Nacionais de Administração do Desporto e um membro independente.

Segundo o presidente da CBB, a escolha pela ‘COB + Forte’ veio graças ao alinhamento de ideias. “Esta chapa, que conta com dois ex-atletas no comando, é a que mais se assemelha aos conceitos da nossa modalidade, além de ser a que mais pode auxiliar o futuro do basquete nacional e do esporte como um todo”, explicou Guy.

“Além disso, ‘COB + Forte’ já conta com apoio de modalidades importantes, como o futebol e o vôlei, entre outras”, completou o presidente da CBB.

A eleição está agendada para acontecer no dia 07 de outubro (quarta-feira), no Rio de Janeiro (RJ).

Mais Artigos...

Subcategorias

Festival de Dança de Bambuí