22
Sex, Nov
ptenfres

A tradicional Feira Livre de Bambuí foi criada em 2010, ocorrendo atualmente todo sábado proporcionando à população da cidade variedades de produtos provenientes da agricultura familiar da região.

A feira conta hoje com aproximadamente 36 feirantes e, de acordo com uma pesquisa realizada em 2018, 98% consideraram muito satisfeitos e a maioria destacam a feira como um ambiente agradável.

Diante da importância social e econômica da Feira Livre foi proposto pela equipe de professores e alunos do IFMG campus Bambuí do projeto “Feira Livre de Bambuí: Análises e Intervenções”, a realização de um evento de comemoração aos seus 9 anos. Logo, foram organizadas reuniões que contaram com a presença de feirantes, de representantes da prefeitura e do jornal da canastra para o planejamento do evento.

Apoiado o evento, todos entraram em um consenso e escolheram a data de 16 de novembro de 2019 para realização do evento. Este contará com música ao vivo, sorteio de brindes de produtos da feira, um bolo de comemoração, entre outras atrações.

Contamos com o apoio e a participação de toda a sociedade!!!

Prefeitura de Bambuí  solicitou e a Câmara Municipal aprovou na  noite desta  segunda -feira,09//09/2019  uma operação de crédito no valor R$3.500,00 , obtida junto a Caixa Federal  


  O financiamento  será usado para  asfaltar várias ruas da cidade,  recuperar a tubulação da avenida João Paulinelli de Carvalho.   substituição do telhado da sede da Prefeitura,, entre  outros 

Estiveram presentes  na reunião vários cidadãos e cidadãs  bambuienses ,  o superitendente  regional  da Caixa Federal

 

O   Sr Cláudio  Mendonça, Sr José Geraldo e o  Sr Stênio, Cardoso , Gerente  da Caixa Federal de Bambuí 

Sr. Cláudio Mendonça  explicou sobre as condições de financiamento do programa como  pagamento ,amortização da dívida   e tirou várias dúvidas  em relação ao financiamento

 

O Jornal da Canastra  esteve  presente  e  antes  do  iniciar a reunião de votação do financiamento, entrevistou alguns dos  nove  vereadores  para saber sobre seus pareceres , Eis a entrevista :

 

 Serginho da Saúde
"Eu estou junto e a favor do projeto ! Nossa Bambuí precisa muito de obras e asfaltamento e mais que direito esse projeto a maioria dos municípios de minas gerais está fazendo esse financiamento.
.Conte sempre com esse nobre e amigo Vereador".
 
 
Pedro Renato :
 " Sou favorável  este financiamento porque o Município está em dia com  suas  obrigações .Houve um parecer da Caixa Federal  ,juntamente com o Governo Federal favorável  ao  Município adquirir este financiamento Ele tem capacidade de pagar este financiamento .Então o meu voto é favorável para que Bambuí  tenha obras necessárias como : tampar a cratera  da avenida  ,ruas precisando de serem asfaltadas .O meu parecer é favorável ,disse o vereador ao JCanastra
 
 
Vereador Edilson Lopes disse ao JCanastra que está a favor do financiamento , para que Bambuí  cresça  cada vez mais ! Sou a favor em prol do povo  ,da comunidade. Com certeza tudo que for para o bem de Bambuí e para  todos estarei sempre a favor ! Bambuí está melhorando muito   vai melhorar cada vez mais .Este financiamento é muito importante para o asfaltamento de várias ruas , para tampar a cratera da avenida , para a substituição do telhado do prédio da prefeitura
 
 
Robson  Ildebrando !" Como  Presidente  Câmara , só posso votar  em caso de empate , tenho o voto minerva .Mas sou a favor do financiamento Já era para ter  aprovado este projeto na semana passada,mas  como faltou algums detalhes no corpo do Projeto ,o  prefeito Olívio completou  alguns detalhes e hoje volta para ser aprovado que é de suma importância para o município de Bambuí .Iremos acompanhar este projeto ,como foi explicado, este financiamento irá além desta gestão Independente de outro prefeito , a prefeitura tem condições de arcar com este financiamento até ao fim ,finaliza o presidente Robson Ildebrando  !
 
 
Vereador Edson da Silva
" E de suma importância este projeto para Bambuí  muitas pessoas de vários bairros   serão beneficiadas .Estamos apoiando este projeto ,disse o vereador ao JCanastra
 
 
 Regina Alves 
"  Bambuiense acredito que quem votou em mim tem confiança em meu trabalho e em minhas decisões, tudo que for pra Bambuí Progredir, podem ter certeza meu voto será SIM ,desde que o jurídico do legislativo nos dê um parecer favorável e esteja com todas documentações que se exige para um projeto de lei ou para um financiamento .Sou do lado da população, do progresso!!!! Fiquem em paz representarei vcs sempre que for coisas boas com cautela e consciência dos meus atos, porque não represento somente os votos que obtive nas urnas, mas os 23 mil habitantes de nossa querida Bambuí" , disse Regina Alves ao JCanastra
 

 

 

 

 

 

 

 


 

.

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (13), o texto-base da MP 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica. O texto teve 345 votos a favoráveis e 76 contrários. Os parlamentares ainda precisam votar os destaques do texto, antes de enviá-lo ao Senado.

A partir daí, os senadores terão até o dia 27 para analisarem o tema, data em que a norma perde validade. “Não é o tempo ideal. O Senado já disse que não, mas é um bom tempo”, disse o relator da MP, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS).

A aprovação da MP na Câmara, segundo Goergen, só foi possível por conta da relevância da medida. “Se não fosse a importância do tema, a mobilização da sociedade, a sensibilidade do Rodrigo Maia pelo tema e o apoio do ministério da Economia, [essa MP] já tinha morrido antes de nascer”.

Deputado Jerônimo Goergen / Foto: Câmara dos Deputados

A MP 881/2019 prevê menos interferência do Estado como forma de destravar o ambiente de negócios no país. O texto retira a burocracia de atos governamentais que exigem licenças, alvarás e autorizações de funcionamento para atividades de baixo risco, como pequenos comércios. Isso significa que esses negócios poderão começar a funcionar de forma segura, sem riscos de punições, como multas ou cancelamento das operações empresariais.

A MP prevê, ainda, a criação da Carteira de Trabalho Eletrônica, que será emitida pelo ministério da Economia e acionada por meio do CPF do trabalhador. Também prevê que documentos que hoje precisam ser armazenados em papel possam ser guardados em suas versões eletrônicas.

Melhora da economia

Segundo a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, a modernização nas relações econômicas prevista na MP 881 pode contribuir para a criação de quase 4 milhões de empregos nos próximos 15 anos no país. Ainda segundo o órgão, o PIB per capita, ou seja, a soma das riquezas produzidas no país por habitante, pode crescer em mais de 0,5% no período.

O especialista em Economia do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) Roberto Dumas acredita que a MP da Liberdade Econômica vai modernizar as relações econômicas e diminuir a burocracia, um dos principais entraves para o empresariado no país.

“O Brasil ocupa um dos últimos lugares, ou seja, é um dos piores lugares do mundo em relação à burocracia para se uma pequena empresa. A MP vai, justamente, ao encontro de tirar a presença do Estado de onde ele, absolutamente, não é necessário”, explica o especialista.

O assessor econômico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de São Paulo (Fecomercio-SP), Guilherme Dietze, considera que a redução da “papelada” imposta pelo Estado representa um alívio para os pequenos empresários. Isso, segundo ele, faz com que o que era gasto com burocracia seja direcionado exclusivamente aos negócios. “Eles não vão precisar ficar gastando muito mais com burocracia. Ou seja, vão ter muito mais liberdade de poder investir, de contratar, de pensar muito mais no seu negócio. No mercado de São Paulo, isso vai gerar um impulso muito grande para geração de emprego e renda”, espera Dietze.

Por Cristiano Carlos - jornalista de Brasília - DF

Mais Artigos...

Subcategorias

Festival de Dança de Bambuí