08
Qua, Jul
ptenfres

 

 

Corpus Christi   dia de celebrar   : o  Corpo de Cristo, dia de encontros, de fé e religiosidade.

 

Tempos atrás, era  tradição durante a procissão e festejos do Corpus Christi ,alguns moradores  enfeitarem  suas residências  , calçadas e ruas  com  lindos tapetes de serragem  com símbolos religiosos para a procissão passar abençoando a todos.

Devido ser muito trabalhoso a confecção destes tapetes  com serragens,  já não acontecem mais  como antes , dando lugar para  enfeites mais simples e menos trabalhoso e  com mais praticidades  como: colocar colchas trabalhadas nas janelas residenciais, velas , fogos de artifícios  etc.

Lembro–me bem que a rua  Pe Tibúrcio  com seus numerosos anjinhos  esperando pelo corpo de Deus  era a  rua mais enfeitada , e  a mais linda de todas as ruas  onde   chamava  a atenção  não só pela beleza pela beleza ,mas também criatividade 

Digo sempre   que  Bambuí  tem muita tendência para o Turismo Religioso,devido suas excelentes  festas religiosas e pelas  suas lindas Igrejas que atraem os fieis , por isto   a comunidade  poderia  oferecer durante estas festas  religiosas,outras  atrações para atrair  visitantes   e melhorar  a nossa economia!.

Sugiro que para o ano de 2019 , a prefeitura,juntamente com  escolas  ,empresas  e  agentes culturais   poderiam  aproveitar mais  estas  festas  e organizar uma  boa programação religiosa e cultural.

Além da  Missa  Solene  e procissão , a prefeitura poderia ainda oferecer aos visitantes  atividades  culturais, onde  Escolas locais poderiam  fazer   algumas  apresentações  teatrais religiosas ; outra atração seria  a realização de uma feira de artesanato  ou  feira de flores, como  de orquídias, na Pça Cel Torres, apresentações musicais   e  até um concurso de rua,elegendo a rua mais bonita durante a passagem   da Procissão Corpus  Christi

Vamos pensar  nisto?

Bambuí  uma cidade em desenvolvimento poderia atrair mais visitantes durante suas festas religiosas e melhorar  a sua economia  !

Que a Secretaria de  Municipal de Cultura  juntamente com as  escolas locais , Grupos Teatrais  e o  o  IFMG   se preparem  para  que em 2019  haja  mais   algumas atrações  para oferecer    à  população e visitantes !

 

Com jardins, coretos, repuxos e estátuas em mármore de Carrara, a Praça da Liberdade localiza-se no final da avenida João Pinheiro, de frente para o Palácio da Liberdade, sendo cortada por dupla fileira de palmeiras imperiais. Cercando a praça, construções ecléticas datadas da época da transferência da capital, o edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública.
Integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade, um dos maiores complexos do gênero do país, que será formado por dez espaços culturais que integram arte, cultura popular, conhecimento e entretenimento.
A construção da praça foi iniciada na época da fundação da nova capital mineira (1895-1897). Situada no ponto mais alto da área inicial da cidade (dentro da Avenida do Contorno) a praça foi feita para abrigar a sede do poder mineiro. Ao longo dos anos, o complexo foi recebendo construções de diferentes estilos arquitetônicos.
Na década de 1940, o estilo Art déco com revestimento em pó de pedra do Palácio Cristo Rei. Nas décadas de 1950 e 1960 prédios modernos foram incorporados ao conjunto, como o Edifício Niemeyer e a Biblioteca Pública, ambos projetados por Oscar Niemeyer. Nos anos 1980, em estilo pós-moderno, foi inaugurado o prédio conhecido como "Rainha da Sucata".
A praça conta ainda com coreto e fonte luminosa. O traçado e os jardins, inspirados no Palácio de Versalhes, são um convite aos passeios e caminhadas. O conjunto arquitetônico e paisagístico da Praça da Liberdade foi tombado em 2 de junho de 1977 pelo Iepha. A medida contempla, portanto, os edifícios do centro cívico e estende-se aos jardins, lagos, alamedas, fontes e monumentos da praça, bem como as fachadas de diversas edificações do seu entorno.
Uma bela imagem da Pça da Liberdade guardo em memória por muitos anos quando outrora adorava passar ali algumas horas, tranquilamente assentada em algum banco ouvido o gorjeio dos pássaros, o burburinho de alguns transeuntes ,algumas crianças brincando ,e senhoras passeando com o seu cãozinho .
Andando descompromissadamente sem rumo, após uma consulta com um oculista, naquela região cheguei até a Pça para descansar-me.
Assentei-me em um de seus bancos como outrora para deliciosamente curtir uma agradável manhã outonal! Não consegui ficar ali por muito tempo devido um mal cheiro horrível de xixi que exa -lava! Levantei-me e fui dar uma caminhada. Foi com tristeza que percebia que as flores ali existentes como outrora e embelezavam os canteiros floridos da Pça não existiam mais! A grama antes verdinha e densa dava lugar a uma terra avermelhada. Sacolas de plásticos, papeis, enfeiavam os canteiros da ala central. No outro lado esquerdo da praça, valetas e montões de terra de uma obra ou algum reparo enfeiavam a praça.
Abordei uma senhora que assentava em um dos bancos para comentar a sobre a praça.
-Frequento esta praça, diariamente todas as manhãs para fazer uma caminhada e sinto uma sensação de insegurança. Gostaria de ver uma paisagem bonita com muitas flores coloridas, gorjeio dos pássaros para sentir -me mais alegre. Um dos principais cartões-postais da cidade deveria ser mais bem cuidada,” disse-me a sra!
Abordei também uma professora que acompanhava uma turma de estudantes da Esc Municipal:
- “Infelizmente a Pça está muito mal cuidada , reclamou a professora que fazia um tour com seus alunos que pesquisavam a história de BH .”


Fica aqui um apelo de uma visitante ao prefeito Kalil para cuidar melhor da Pça da Liberdade.

 

 

 

“Percebi que o povo norueguês é bem solícito, sério e educados. Inglês não é problema ,visto que em nenhum lugar deixamos de ser atendidos por não falar a língua deles.
Oslo (antiga Christiania ou Kristiania) é a capital e maior cidade da Noruega. Localiza-se no sudeste do país e detém estatuto de comuna e condado simultaneamente. Fundada por 1048 pelo Rei Harald III “Hardrada” da Noruega, a cidade foi imensamente destruída por um incêndio em 1624. O rei dano-norueguês Chirs-tian IV reconstruiu a cidade, com o nome de Cristiânia, entre 1624 e 1924.É o centro cultural, científico, econômico e governamental da Noruega. Tem sua atenção voltada para negociações, bancos, indústrias e navegações. É também um importante centro para indústrias marítimas e tratados marítimos na Europa.Em 2010, a área metropolitana de Oslo alcançou a população de 1,422,422 habitantes, dos quais 907,288 vivem nas áreas de conurbação. A população atualmente cresce numa proporção de 2% ao ano, tornando Oslo a capital européia com maior crescimento anual. Deve-se lembrar também que 25% da população é formada por imigrantes. Em 2009, Oslo teve seu status alterado para a cidade mais cara do mundo.
Caminhamos pela rua principal chamada Karl Johan Gate, onde ficam os principais prédios do governo:o Palácio Real, a Galeria Nacional de Arte , o Teatro Nacional e também onde se concentram todos os meios de transporte, bonde, metro, ônibus e trem.
Depois de visitar o Teatro Nacional resolvemos eu e minha filha caminharmos sem rumo pelas ruas da cidade !
Nessas andanças conhecemos vários pontos turísticos e passagens lindas

Veja pelas fotos o que encontramos pelos ruas de Oslo :esculturas , praças lindas, e aconchegantes ,diferentes de tudo que já tinhamos vistos”
JCanastra

Mais Artigos...

Festival de Dança de Bambuí