05
Dom, Abr
ptenfres

Destaques

Grid List

Patrocinadores

Banner quadrado 6.1

Outros destaques

Grid List

Banner quadrado - Wilson  I
Banner Quadrado - MultElétrico i  II
Banner Quadrado  TIM- III
Banner Quadrado -  Capa Jornal IV
Banner quadrado 9
banner quadrado 10
Banner quadrado 13 -Bem solar
Banner quadrado  20 Anos 15
Banner quadrado 11

 

José Ronaldo Rocha é filho de Alcino Manoel da Rocha e Francisca Maria da Rocha.
Graduado em Administração pela Pontíficia Universidade Católica de MG -PUC Minas, Campus Arcos MG, em 08/12/2005 e Pós Graduação, também pela Pontifícia Universidade Católica de MG -PUC Minas no Curso no Gestão Estratégica de Finanças.
Iniciou-se suas atividades profissionais na extinta Caixa Econômica do Estado de MG (Minas Caixa), no período de abril de 1980 a março de 1991.
Em setembro de 1991 foi contratado como Gerente do SiccobCredibam, quando do início de suas atividades em 09/09/1991.
Após, exercer o cargo de Gerente Geral desligou-se do quadro funcional no final de 2006 .
Posteriormente exerceu o cargo de Conselheiro Administrativo e Diretor do SiccobCredibam, no período de 2007 até a Assembléia Geral Ordinária de 2019.
Atualmente exerce cargo de Diretor- Financeiro com mandato até a Assembléia Geral Ordinária de 2023


Jornal da Canastra - José Ronaldo Rocha, você é Diretor Financeiro. Qual é o seu papel no SicoobCredibam?
José Ronaldo: Sim! Respondo pelas áreas de Negócio do SicoobCredibam e cumpro as Diretrizes do Conselho de Administração do SicoobCredibam.


JCanastra. O Sicoob em Bambuí vai bem? Por que?
José Ronaldo -Sim! Vai muito bem, por diversos fatores, mas vou atentar ao atendimento diferenciado, pois os colaboradores tratam as necessidades dos associados com muito respeito e presteza gerando satisfação e credibilidade . O quadro de Associados do SiccobCredibam cresce todos os dias.
JCanastra -Quantos associados a Cooperativa de Bambuí possui?
José Ronaldo - Atualmente são 7.261 associados.


JCanastra- O Sicoob faz a diferença! O que o cliente encontra no Sicoob e não encontra em outras instituições financeiras?
José Ronaldo - O diferencial é a  proximidade que os associados possuem junto ao SicoobCredibam. A prestação de contas da administração que é feita todos os anos e os recursos que são depositados no SiccobCredibam ficam em nossa região gerando emprego, renda e qualidade de vida para nossas comunidades.


JCanastra - Noto vários iniciativas na área social. Quais são estes incentivos em Bambuí?
José Ronaldo -Dentre os princípios do Cooperativismo temos interesse pelas comunidades dentro do possível atender as solicitações na área social ,educacional, cultural, esportiva, etc. É importante frisar que desde 2010, participamos do Dia de Cooperar ( Dia C) . Apoiar e contribuir para uma sociedade melhor está no DNA do SicoobCredibam.


JCanastra - O Sicoob é o maior Sistema Financeiro Cooperativo do país. Qual é o segredo da instituição para manter a competitividade aos demais bancos do país?
José Ronaldo - Na verdade não existe segredo mas o que diferencia o Sicoob de outras instituíçoes financeiras são os valores . O Siccob é pautado pela: Cooperação, Justiça Financeira, Responsabilidade Social e pelo Pertenciamento:
-A cooperação busca melhores oportunidades para todos envolvidos no sistema.
-A justiça financeira é proporcionar aos nossos cooperados soluções financeiras adequadas e justas com taxas mais baixas que as demais instituições financeiras tradicionais.
-Responsabilidade Social: As cooperativas têm compromisso com o desenvolvimento de suas comunidades.
-Pertencimento, o cooperado participa das decisões nas Assembléias, pois afinal, fazer parte é ser dono!

JCanastra: Como você percebe o Cooperativismo no Brasil de hoje?
José Ronaldo - O cooperativismo tem crescido bastante, especificamente no ramo de crédito tem contribuído para o aumento da competividade no sistema financeiro nacional .Em Minas já são mais de 1.304 milhões de cooperados presente s em 499 municípios e 930 pontos de atendimentos a nível de Brasil .O Siccob já é a 5° maior Rede de atendimento bancário.


JCanastra – E quanto à inflação,o que podemos esperar?
José Ronaldo - Com a queda da taxa SELIC, o crédito pessoa física e jurídica tende a ficar mais baixo A diminuição da t axa e juros estimula o consumo. As empresas terão que produzir mais, necessitarão de fazer investimentos, contratação de mão de obra, contribuindo para o crescimento econômico . Não se pode esquecer da importância do governo em fazer as reformas administrativas, tributárias e também a reforma política. Não sou economista, mas de acordo com as expectativas, a inflação de 2020 deverá ficar abaixo da inflação registrada em 2019 que ficou em 4,31%.

Jornal da Canastra deixa aqui uma mensagem!

José Ronaldo - Independente da função que estiver desempenhando no SiccobCredibam e também na qualidade de associados estarei sempre procurando contribuir para o desenvolvimento do SiccobCredibam ,juntamente com a equipe de colaboradores, diretoria e Conselho de Administração buscando sempre atender os anseios e necessidades dos nossos associados que são o nosso maior patrimônio” finaliza, José Ronaldo.

“O Dia dos Pais

é comemorado anualmente no segundo domingo de agosto no Brasil. Em 2018, a data será celebrada em 12 de agosto.
Segundo alguns registros históricos, foi o publicitário Sylvio Bhering que, em 1953, propôs que fosse celebrado o primeiro Dia dos Pais no Brasil.
Na tentativa de atrair comerciantes a publicitarem no jornal "O Globo", o meio de comunicação difundiu a data, que rapidamente se tornou popular.
Inicialmente, Sylvio Bhering escolheu o dia 16 de agosto para comemorar o Dia dos Pais por ser o dia de São Joaquim (segundo a tradição católica, o pai da Virgem Maria, avô de Jesus Cristo).
Para que pudesse ser comemorada sempre aos fins de semana (quando supostamente os pais estão de folga e podem aproveitar o dia com os seus filhos), a data foi modificada para ser celebrada anualmente no segundo domingo do mês de agosto.
Nesta data, os filhos homenageiam e agradecem aos papais toda a companhia, suporte e carinho recebido ao longo de suas vidas.
Normalmente, neste dia, com presentes, mensagens, beijos e abraços, os filhos e filhas presenteiam seus pais, demonstrando todo o amor que sentem por eles.Segundo o Ministério da Saúde, o hospital pode ser definido como “a parte integrante de uma organização médica e social, cuja função básica consiste em proporcionar à população assistência médica integral, curativa e preventiva, sob quaisquer regimes de atendimento, inclusive o domiciliar, constituindo-se também em centro de educação, capacitação de recursos humanos e de pesquisas em saúde, bem como de encaminhamento de pacientes, cabendo-lhe supervisionar e orientar os estabelecimentos de saúde a ele vinculados tecnicamente.”


Entrevistamos o professor Gilberto Vieira para falar um pouco sobre a educação dada aos seus filhos

Eis a entrevista .


JC-Você tem um casal de adolescentes!Por favor o nome e idade deles?
Gilberto- Arthur 18 e Ana Carolina (Carol) 17


JC-O famoso psicoterapeuta e escritor Augusto Cury diz que devido a internet as crianças à partir de sete anos de idade estão muito bem informadas e devido a estes excessos de informações, ele descobriu. que nossas crianças são agitadísimas, imperativas , repetem os mesmos erros, são desconcentradas. Ele diz ainda que os médicos do mundo inteiro estão confundido a Síndrome do Pensamento Acelerado com a Imperatividade. E que devemos educar nossos filhos para serem pensadores e não "cegos"


Você concorda que as crianças e jovens de hoje têm mesmo esta desconcentração aos estudos, são inquietos e desatenciosos ?Você já lidou com este tipo de problema em relação aos seus filhos?
Gilberto- Sim, as informações com a internet, WatsApp e outros meios, chegam em alta velocidade e quantidade, deixando -os muitas vezes confusos do que é verdade e do que é correto, muitas vezes eles mesmos postam notícias, fatos, fotos e comentários. Com essas informações indo e chegando a todo instante, eles acham mais importantes e interessantes que o conteúdo das aulas e conversas. Nós pais normalmente entendemos menos que eles dessa tecnologia o que nos dificulta filtrá-la, mas temos que nos esforçarmos para que ele consigam pondera-las e utiliza-las de maneira correta.


JC- Dr. Augusto Cury diz ainda que os pais estão dando muitos presentes aos filhos e que isto mexem muito com o cérebro deles , fazendo com que as crianças exijam cada vez mais presentes e mais tecnologia etc .
Vc é um pai que presenteia muito aos seu filhos?
Gilberto- Não, em nossa casa normalmente não trocamos nem presentes de natal, busco sempre com eles comprar e gastar com o necessário. Minhas prioridades são os estudos, cultura. Adquiridos com viagens, livros e cinemas, entre outros.


JC- Amor demais estraga os filhos ?
Gilberto- Em hipótese nenhuma, todos os dias falo com eles que os amo  muito, abraço e brinco. O que pode estragar é trocar o afeto por presente, querer que eles sejam o que não são.


JC- Como é a sua relação com os seus filhos?
Gilberto- Muito boa acho, procuro ser atuante, conhecer seus amigos, ir nas reuniões de escola, participar com eles de grupos de jovens, ser amigo além de pai.


JC-O que eles gostam de fazer ?
Gilberto- Arthur gosta muito de games, e Carol de estar com as amigas, ambos gostam também de leituras, viagens e filmes.


JC- Como você lida com os amigos deles?
Gilberto- Procuro tratá-los como meus amigos, como moro no bairro Centro, minha casa normalmente é ponto de encontro para saírem, logo tento ter contato com todos.


JC-Seus filhos respeita-o com algumas imposições?
Gilberto- Ninguém gosta de ser chamado a atenção, com toda certeza nossos filhos também não, porém nós como pais devemos impor respeito, pois muitas decisões nossas vão contrariá-los. Devemos escutar seus argumentos se necessário devemos manter nossas opiniões. Se é não mantenha o não, chorar não arranca pedaço de ninguém.


JC- Há algum caso humorístico com algum de seus filhos?
Gilberto- Vários, porém meu primeiro negócio com o Arthur, combinamos uma troca de presente com seu bico no aniversário de 2 anos. Dei a ele o presente e ele me deu seu bico, perguntei você está feliz, ele disse sim, então joguei o bico pela janela, ele falou não estou mais e chorou por dois dias, mas não usou mais bico.=


JC-Seus filhos são emocionalmente equilibrados?
Gilberto- Acho que sim, raramente vimos eles agredindo alguém, respondendo pessoas mais velhas ou sendo chamado nas escolas, mas mesmo assim pedimos ajuda orientações de psicólogos.


JC -Frustações de seus filhos: Como você lida com este problema ?
Gilberto- A maioria das vezes que temos frustrações com nossos filhos, porque queremos que eles sejam como nós, que dêem nossas respostas e agirem da nossa maneira. Temos que lembrar que erramos e provavelmente muito mais que eles, quando acontece a decepção procuro lembrar dos meus tempos na sua idade e aconselhá-los como amigo. Mas temos que ser duros e mostrar que estamos decepcionados como pais.


JC-Conflitos entre os membros da família, conflitos intergeracionais. com imposição de regras, normas e limites , bem como em relação a dependência/independência ,como foi lidar com alguns desses problemas com os seus adolescentes ?.
Gilberto- Isso sempre vai acontecer, cada casa é uma educação diferente, o que meu filho pode fazer o do outro não pode. Quando estão juntos e fazem arte a culpa nunca é do seu filho, sempre outro. Se há diferença de idades isso complica muito. Devemos lembrar que muitas vezes a culpa é do nosso filho.


JC-Fuga de casa, uso de drogas, obesidade, bully, sentimentos de inferioridade, rebeldia, rejeição, etc. Investigar como pai como você reagiu a algum desses problemas?
Gilberto- Infelizmente muitas pessoas sofrem algum desses “problemas”, porém devemos lembrar que não somos perfeitos e temos defeitos, os pais devem procurar psicólogos para ajudar quando o filho sofrer algo. Sempre devemos tratá-lo com carinho. Como exemplo, se seu filho chegar em casa bêbado, dê um abraço nele, espere ele melhorar, depois com todos calmos converse e aponte os problemas.


JC- Curiosidade sexual, conhecimento e informações, dificuldade na puberdade , orientação afetivo-sexual, atitudes frente ao sexo oposto , dificuldades interrelacionais, história de namoro , educação, informação, orientação sexual, como foi a sua reação frente a esses problemas?
Gilberto- Esse é um problema muito sério, pois minha educação foi de uma maneira e se educar meus filhos da mesma maneira ele irão presos. O mundo tem modificado de maneira muito acelerada, há um incentivo a prática de sexo, que não concordo muito. Estão tratando o sexo como um restaurante, tem que experimentar de tudo, muito triste a meu ver. Olhas as músicas que estão nas rádios não consigo escutá-las com eles. Eu fico com vergonha. Sempre falo com eles que devemos ter consciência em nossos atos, que devemos procurar alguém ou pessoas que vão respeitá-los.


JC-Deixa aqui uma mensagem aos pais , de como lidar com seus filhos
Gilberto- Os filhos são nossos frutos, a continuação de nossas famílias, deve dar muito amor, ser amigos, companheiros e pais. Na função de pai devemos dar educação, saúde e alegrias. Como conselho, digo que choro não dói, nossos filhos também erram e devem ser cobrados respeito e obediência.finalizou Gilberto ao JCanastra

02 de Julho
Dia do Hospital

“ Segundo o Ministério da Saúde, o hospital pode ser definido como “a parte integrante de uma organização médica e social, cuja função básica consiste em proporcionar à população assistência médica integral, curativa e preventiva, sob quaisquer regimes de atendimento, inclusive o domiciliar, constituindo-se também em centro de educação, capaci- tação de recursos humanos e de pesquisas em saúde, bem como de encaminhamento de pacientes, cabendo-lhe supervisionar e orientar os estabelecimentos de saúde a ele vinculados tecnicamente.”

Entrevistamos a gerente , Fabiana Vargas Faria, para falar à respeito das atividades e situação financeira atualmente, do Hospital N. Sra do Brasil , de Bambuí que completou 80 anos de existência. Eis a entrevista:

“Comecei a trabalhar, no Hospital N. Sra do Brasil em 2001 e por motivos pessoais tive que ausentar-me de Bambuí, retornando em 2011 e voltando a trabalhar nesta casa.

A minha relação com Nossa Sra do Brasil é bem estreita. Meu pai sempre trabalhou neste hospital e com os recursos do trabalho aqui, conseguiu formar a mim e meus irmãos. Logo que vim trabalhar aqui, em 2001, iniciei um Mestrado Executivo em Administração Hospitalar que paguei com o salário que aqui recebia como gerente. Logo, meu reconhecimento é grande e minha retribuição se torna imprescindível.

O quadro de funcionários é de 99 colaboradores. Aqui somos duas gerentes, eu, e Fernanda. Trabalho com contratos, relações fora do município, relações com outras instituições, com o Estado, Prefeitura e com os médicos. Fernanda trabalha com a parte estrutural, equipamentos, sistemas de informação e funcionários. Eu e Fernanda dividimos o trabalho e a gente se dá muito bem, já que nossos ideais são os mesmos e os pensamentos sempre voltados pro nosso Hospital.

Acabamos de receber a certificação CEBAS, certificando que nosso atendimento é 80% SUS. Ainda existem alguns serviços oferecidos à população que não são credenciadas pelo SUS, mas compreendemos ser de nossa responsabilidade fazê-los, se compreendido dentro de nossas possibilidades.

Nosso credenciamento junto ao Minstério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde é para atendimento às Urgências e Emergências, assim o Pronto Socorro é nossa prioridade e logo depois vem o Bloco Cirúrgico.

Fizemos alguns investimentos, muito importantes para o andamento do serviço: antes tínhamos uma equipe mínima trabalhando no Sobre Aviso da Obstetrícia, Pediatria, Cirurgia e Anes-tesia. Hoje, mantemos uma equipe completa, comprometida e que não gera problemas de escala e de faltas. Todos estão comprometidos com a realidade do serviço de emergência desta casa.

Dentro desta equipe em Sobre Aviso, três novos profissionais se juntaram a nós para preencher a lacuna deixada pelo nosso querido Dr. José Francisco. Além de se ocuparem com as responsabilidades da função ainda tomaram a iniciativa de comprar um aparelho de Vídeo Laparoscopia que vai beneficiar muito a população bambuiense!

Recentemente, fizemos várias reformas dentro do Hospital. Reformamos a Sala Vermelha que é principal sala do Pronto Socorro. Reformamos e adequamos a nova Sala de Raio X para receber o aparelho digitalizado que recebemos com recursos de Verba Parlamentar. Reformamos e adequamos a Sala de Ultrassom para receber um novo aparelho consquistado com recursos federais. Ainda investimos na reforma de 26 banheiros para adequação à instalação dos aquecedores solares doados pela CEMIG..

Os equipamentos doados através de Convênios com a União, já foram comprados, instalados e com isto, houve uma melhora significativa no atendimento. Trocamos duas mesas cirúrgicas, um Carrinho de Anestesia, dois Focos Cirúrgicos, três Monitores Multiparmetros, um aparelho de Raio-X digitalizado com CR, um Ultrassom, três Detectores Fetais, quatro Bombas de Infusão, trinta Mesinhas de Cabeceira, vinte Suportes de Soro, um DEA, dois Focos Ambulatorial, Aspirador de Secreções, uma Incubadora de Trasnporte, seis berc-nhos para recém-nascidos tudo isso para o bem do paciente. Essa tecnologia irá trazer benefícios para que o atendimento seja melhor praticado. Além destes ainda recuperamos e reformamos os aparelhos de endoscopia e colonoscopia os quais estão funcionando perfeitamente.

As compras destes equipamentos estão disponíveis no site do SICONV, onde prestamos contas das compras e uso adequado dos equipamentos.

A Diretoria do Hospital é sempre atuante e trabalhando muito para o bem dos negócios da casa. São reuniões semanais e algumas extras para acompanhar os acontecimentos e participar ativamente de todas as decisões. O Corpo é conciso e muito unido. Todas as decisões são tomadas em comum acordo e os trabalhos fluem de forma coletiva. Já foram vários estudos realizados por eles para melhoria da condição financeira do hospital. Hoje, já conhecemos nossos custos e nossas despesas estão em constante vigia, graças as ações e dedicação desta turma.

Ainda em um trabalho exaustivo, estamos estudando a possibilidade de inovarmos com um serviço diferente; o Cartão Doação. Este cartão seria a possibilidade da comunidade ajudar o hospital com doações mensais e assim conseguirmos equacionar as despesas e as receitas do hospital.

Estamos passando por dificuldades financeiras, e estamos em negociação com a Prefeitura Municipal de Bambuí, além de outros estudos para um aumento de receitas. As despesas aumentadas pelo hospital foram exclusivamente para atender as prioridade do atendimento às Urgências. Algumas despesas aumentaram visando a manutenção do atendimento de qualidade e regulado pela legislação. Melhoramos bastante no aspecto urgência e emergência. Acreditamos que hoje, qualquer parturiente possa ter seu bebê tranquilamente, sem medo de quebras de escala ou falta de médico no município.

Na área do atendimento direto ao paciente, temos algumas metas a serem alcançadas como um curso de
Atendimento Humanizado, repaginação da Recepção do Hospital, dentre outras ideias benéficas ao paciente e aos acompanhantes. Para estes trabalhos contaremos com o apoio da comunidade e de instituições de ensino.

Então finalizo, agradecendo a todos que sempre estiveram conosco, nos ajudando nas festas para arrecadação de verba para complementação das despesas, além da comunidade que sempre nos prestigia nestas festas. Também agradeço a Deus por sempre estar nos direcionando e nos amparando pelo caminho do cuidado ao próximo.

Acredito que todos que aqui trabalham sentem um imenso prazer em fazer parte do dia a dia desta casa e conhecem o verdadeiro significado de nosso trabalho.

Estamos abertos a receber as críticas e sugestões de todos. Todos serão ouvidos pois acreditamos que o hospital é um bem da Comunidade e para ela trabalhamos”, finaliza ,Fabiana Vargas ao Jornal da Canastra.

 

Dr. Vicente Nunes e Isabel Cristina Pieroni Nunes

"Bambuí é a cidade onde queremos viver, e onde teremos prazer em viver! Então todo nosso empenho, toda nossa força é para viver em Bambuí e torná-la uma cidade nobre, uma cidade grandiosa com: conforto, segurança e bem estar para todos nós”,disse Dr. Vicente ao JCanastra

 

 

Jornal da Canastra -Como você descobriu a profissão veterinária?
Dr. Vicente Nunes Como tenho origem no campo, desde criança adotei esta intenção de estudar medicina veterinária. À medida que fui crescendo tive a oportunidade de estudar e fazer o Curso Técnico, na Escola Agrícola de Bambuí. Isto, ainda mais reforçou em mim, a certeza que queria buscar o meu sonho, de estudar veterinária . Foi através desta insistência que consegui fazer veterinária. Gosto muito da profissão, tanto isto foi real que consegui transmitir aos meus filhos, seguir o mesmo sonho, o mesmo caminho! Assim que terminei o Curso Técnico, diplomei em Veterinária, pela Faculdade de Alfenas!


JCanastra- Diz o ditado: “Atrás de um grande homem está uma grande mulher!”
Isabel Cristina Pieroni, carinhosamente conhecida por Bel está à frente, na administração da Agropec. Ela falou-nos um pouco sobre o seu trabalho.
Isabel Cristina - A minha graduação não é na área administrativa, mas vendo a necessidade e o crescimento da Agropec, no ano de 1999 iniciei um curso e fiz uma pós graduação na UFLA, em Gerenciamento de Empresa, para ajudar o Vicente. Nós dois juntos nos dedicamos muito,até a chegada dos dois filhos: Paulo e Gabriel que estudaram Veterinária e também com a chegada e o apoio de nosso sobrinho, Alexandre Nunes, que também fez Veterinária em Viçosa, e com isto a empresa Agropec alavancou, realmente com o serviço veterinário. Hoje temos várias especializações como: cirurgia, ortopedia, anestesia. Temos, também a Thais, que é a esposa do Gabriel que é Biomédica. Ela é a responsável pelo laboratório veterinário. Ao todo somos seis da família, aqui na Agropec.


JCanastra - Dr. Vicente, logo que você formou entrou logo no mercado de trabalho?                                                 Vicente - Sim! Tive a oportunidade de fazer um estágio na Cooperativa de Pains, um mês antes de minha formatura. Foi em Pains que iniciei o meu trabalho profissional. Trabalhei mais três meses nesta Cooperativa. Fui depois para a empresa IESA, hoje IMA. Trabalhei durante ano em Frutal, pontal do Triângulo Mineiro. Foi nesta época que eu e Bel nos casamos, isto foi em fevereiro de 1985. Trabalhei um ano nesta empresa, depois retornei-me para Bambuí, Em 1994 implantei a empresa: Agropec.Portanto, tenho trinta e três anos de veterinária e vinte e três anos de Agropec.


JCanastra- Qual é a importância de um veterinário?
Dr. Vicente Talvez a sociedade não tenha ainda parado para refletir a importância real da veterinária. No Brasil esta profissão ainda não tem assim a valorização adequada, mas nos países mais evoluídos como Estados Unidos e na Europa, o veterinário é visto como uma ferramenta importante na sociedade, uma vez que ele é responsável pelo controle de algumas doenças que são comuns nos homens, chamada zoonose, ele é responsável pelo controle de qualidade dos alimentos de origem animal que são fornecidos à socie-dade, é responsável pela àrea de pesquisa, e muitas pesquisas são de interesse para os seres humanos e principalmente hoje, na área de saúde animal dos pequenos animais que fazem parte de nossa família. Então o veterinário tem uma importância muito grande na sociedade e deverá exercer com amor e dignidade a sua profissão: o veterinário é um alicerce seguro, da segurança alimentar da comunidade.


JCanastra O atendimento e serviços da Clínica Agropc  são para pequenos e grandes portes de animais?

Dr. Vicente: Nós temos no quadro completo cinco veterinários e graças a este grupos temos atendimentos a pequenos e grandes animais. O atendimento a grande animais é feito no campo, nas propriedades, nas fazendas. E o atendimento a pequenos animais é feito aqui nas instalações.
Temos aqui uma estrutura hospitalar completa para atendê-los.

 

JCanastra - Qual foi nesta nova instalação, a inovação que você fez de mais importante que não tinha nas outras clínicas anteriores?
Dr. Vicente - Bem entendido, pessoalmente, não fiz nada! Nós formamos uma equipe: o Alexandre, o Gabriel, juntamente com a Bel, que gosta muito do progresso, da inovação, nós montamos uma Clínica com um Hospital moderno com todos os requisitos, inclusive adequado à Vigilância Sanitária, para que nós possamos fazer um atendimento de qualidade que não se restringe a Bambuí. Aten-demos, no mínimo dez cidades, aqui no entorno. Temos uma clínica completa: com raios X, ultrassom, um centro cirúrgico completo, internações para após cirurgia, internações diferenciadas para os animais da clínica e temos isolamento para doenças contagiosas. Temos uma clínica completa para atender os pequenos animais. Na área de grande animais atendemos no campo, atendemos na área de reprodução, na área de produção animal, porque enquanto o pequeno animal é o membro da família, o grande animal precisa de seu dono. É com esta visão que trabalhamos oferecendo assistência e capacitação profissional aos nossos clientes.


JCanastra Isabel Cris-tina como é o seu trabalho aqui na empresa?
Isabel Cristina - Fico na área administrativa, preparo-me sempre, procurando novos conhecimentos, novos treinamentos. Conto com colaboração da Daniela que é formada em administração de empresa, que é meu braço forte. Temos outros profissionais que são excelentes! Eu fico com a àrea financeira e a Daniela com recursos humanos. Temos um quadro muito bom de profissionais: O Amarildo trabalha conosco a vinte e três anos, o Evaldo está a vinte anos, a Cristina tem dezessete anos, a Daniela tem doze anos de casa e depois outros funcionários que estão aqui durante uns sete anos e a medida que a empresa foi crescendo fomos contratando outros funcionários,Temos o Pet Shop, o Centro de Estética responsável pela Ana Paula e suas colaboradoras. O sucesso da empresa é graças aos nossos excelentes funcionários!


JCanastra - Quais são os prinicpais produtos e serviços oferecidos pela Agropec?
Dr. Vicente - No Centro de Saúde Animal Agropec temos uma loja de produtos para grandes animais; temos o Pet Shop que oferece produtos aos pequenos animais e o Hospital Veterinário agregado. Oferecemos excelentes produtos do mercado, sempre com inovação, sempre com oportunidade de oferecer aos nossos clientes aquilo que há mais de novo e produtivo. Dentro dessa ótica oferecemos produtos a maioria deles, que no meu caso que tenho uma propriedade rural, o produto é atestado, primeiramente antes de ser usado.É como se agente tivesse um laboratório que oferecesse a possibilidade de experimentar o nosso produto antes de dizer ao nosso cliente.

JCanastra - Qual é o horário do atendimento aqui?                                                                                                                Dr.Vicente Atendemos aqui, durante o horário comercial. Iniciamos às seis horas da manhã,e terninamos às dezenove h-ras.Temos atendimentos em forma de plantão.


JCanastra - A medicina veterinária vem evoluindo muito nos últimos anos. O que falta para complementar esta medicina?
Dr. Vicente - Como ela é uma medicina dinâmica, então não diria que falta, mas como ela está em constante processo e evolução as suas pesquisas têm oferecido sempre ótimos resultados! Ela está cada dia mais conquistando o seu espaço dentro da sociedade. No que tange ao trabalho oferecido aos pequenos animais, que são os nossos afetos familiares hoje, e também com relação aos grandes animais na: área de prevenção de sanidade, de produção, na área de bem estar animal,tudo isto são regras que ela persegue com muito ênfase, porque ela é uma ciência dinâmica e está sempre evoluindo!


Mensagens
Dr. Vicente - Hoje nós vimos Bambuí com muito otimismo, porque se no passado era uma cidade que sempre exportava seus jovens, que iam estudar fora e não voltavam, porque não encontravam o seu espaço aqu para trabalharem. Hoje felizmente estamos tendo o inverso: nossos filhos estão indo, mas estão retornando para alegrar a nossa cidade, para dar dinamismo ao progresso de Bambuí. Quando as pessoas me perguntam, sobre porque fazer um investimento dessa grandeza e se Bambuí tem mercado para isto?
-Eu respondo que sim! É a cidade onde queremos viver, e onde teremos prazer em viver! Então todo nosso empenho, toda nossa força é para viver em Bambuí e torná-la uma cidade nobre, uma cidade grandiosa com: conforto, segurança e bem estar para todos nós! Então nosso investimento não visa lucro, imediato pessoal, mas visa um progresso da nossa cidade como um todo!”
Isabel Cristina- Queremos agradecer a todos nossos clientes, amigos e potenciais clientes que ainda virão para a nossa empresa para dizer que estamos à disposição para recebê-los. As pessoas que necessitarem de nossos serviços, dizemos que nós disponibilizamos hoje, de uma sala de repouso para vocês que veem de fora, com seus filhos e com seus animaizinhos de estimação, temos uma sala de espera, onde as mães poderão trocar uma fralda em seu filho, temos uma TV, para se distraírem, enquanto esperam! Nossos clientes terão todo o conforto e comodidade e carinho da Agropec.
Nós agradecemos a todos e aceitamos sugestões para o crescimento da empresa”, finalizou Isabel Cristina.

Mais Artigos...