16
Qui, Set
ptenfres

Ferramentas

Por um momento hoje, tive um pensamento engraçado, eu tava tentando tirar a roupa, depois de ter chegado com a Naya da escola, só que eu não conseguia. Foram minutos desesperadores, ela pedindo água, a camisa garrada e o coturno que não desamarrava.
Sentei ela no meu colo, eu tava pingando de suado, custei a desamarrar a bota, depois sai correndo tirando a roupa e ela gritando atrás “papapa!”
Pensei: “Como que era simples fazer isso sem filha, agora parece impossível.
Puts, rapidamente me senti pai. Pai é isso, tem dias que são difíceis de comer (almoço, lanche ou janta), noites que o relógio parece que para e o termômetro só aumenta. Nesse dia aí mesmo, dessa foto, tinha levado ela no pronto socorro, tava tossindo, estado febril...e depois levei ela no zoológico, acho que era eu que queria dar uma espairecida kkkk
É louco. Tem dias loucos. Tem dias lindos. Ninguém conta isso pra gente. Por isso nossos pais falam: “vc vai ver quando tiver filhos”. Confesso, estou vivendo.
Talvez, isso aqui soe meio estranho, soe como algo ruim. Mas entenda, não é só a maternidade que é romantizada, eu diria que a paternidade é facilitada, quase que comprada (já que o pai tá preocupado com o dinheiro- segundo a sociedade), só que na realidade, a paternidade é suada, é sofrida, doí e olha que não tem dinheiro no mundo que compre ser, viver, pai.
Padecer no paraíso!? Acredito que sim!
Feliz Dia dos Pais!

Giordânio Lasmar - @giolasmar
Feliz Aniversário Bambuí, obrigado por tudo!

 

Festival de Dança de Bambuí