15
Ter, Jun
ptenfres

Ferramentas

Faltam 07 meses para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O Centro Aquático vai receber grandes nomes da natação mundial.
O Centro Aquático de Tóquio fica localizado no Parque Litoral de Tatsumi. Além das provas da natação, o local vai sediar provas de saltos ornamentais, nado sincronizado, além de diversos eventos paralímpicos. A princípio estima-se que a construção do local já tenha batido a marca dos 90%. Isso porque a última parcial divulgada em outubro deste ano já chegava perto desse número.


O Tokyo Aquatics Center custou cerca de 56,7 bilhões de Ienes. A área possui cerca de 65.500 metros quadrados. Mas para conseguir uma entrada, os torcedores precisarão de rapidez. Isso porque são apenas cerca de 15 mil lugares destinados para o público em geral. Mais de 1% dessas vagas serão destinadas para pessoas com algum tipo de deficiência. A ideia dos organizadores é que o Centro de Tóquio se torne uma das maiores arenas aquáticas do planeta.


Classe mundial

O Centro Aquático está sendo apresentado como uma das mais importantes instalações dos Jogos. Algo semelhante como que aconteceu nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Na ocasião, o Cubo D’água, que sediou a natação, foi considerado um dos grandes destaques da competição.
“O Centro Aquático de Tóquio se tornará uma instalação de classe mundial para eventos de natação e saltos ornamentais”, disse Tomofumi Kusano, diretor sênior de instalações. “Mesmo após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, esperamos manter essa reputação”, completou ele.
A piscina

Logicamente, a piscina dos Jogos Olímpicos de Tóquio terá o tamanho e as características padrões de qualquer evento internacional. Ou seja, são 50 metros de comprimento, com 25 metros de largura e 3 metros de profundidade. Mas algumas dessas características podem ser alteradas.
Isso porque há uma tecnologia que permitirá ajustar o comprimento e a profundidade para ações futuras. Portanto, essas mudanças poderão ser feitas em eventos depois dos Jogos. Os organizadores disseram que a ideia é que a piscina permaneça com visitação aberta. Espera-se que mais de um milhão de pessoas por ano visitem não só as instalações olímpicas da natação, mas todo o parque olímpico da região.
Além disso, os organizadores traçaram a meta de atingir ao menos 10 grandes competições por ano no local.
Fonte: Agência Brasil

Festival de Dança de Bambuí