26
Qui, Nov
ptenfres

Ferramentas



Você já teve algum desejo do fundo do seu coração realizado? Eu já! Ser pai.

Vi a Naya Lua enxergar o mundo  pela  primeira  vez, vi o umbiguinho cair, ajudei a curar,  dei o terceiro  banho  e  daí para a frente, a gente sempre faz muita bagunça
debaixo do chuveiro. Fiz a primeira papinha, vi ela se melecar com as primeiras frutas, cuidei de febre (desesperado), de vomitado, de alergia. Corto as unhas, amarro o cabelo, vi o cabelo dela cair e depois preencher com o tempo, vi os primeiros passos...estava junto quando soltou um “papai”, não recebi por áudio de WhatsApp, nem vídeo.

A minha escolha transcendeu qualquer experiência profissional que eu poderia ter vivido. A dedicação, ao longo desses quase quatro anos, me preencheu de maneira intensa e completa. Dar atenção aos filhos passou da raridade à realidade, já que a pandemia deixou todos "presos" dentro de casa e forçou um relacionamento que antes, não era convencional, nem mesmo pela convenção de serem pais.

No tempo de vida da minha filha, percebi seus traços, seu desenvolvimento, seu  jeito de falar, de andar, de pensar, de agir. Te convido a perceber isso com os seus filhos também!  Concluí que, mais valia o tempo com ela do que com qualquer trabalho no mundo. Ter o seu amor é melhor do que tentar comprá-lo. Percebi que cuidar com pouco, é melhor que comprar o muito e não cuidar nada.

Ao conversar com a equipe de coordenação da escolinha dela, sempre me atento em dar o melhor de mim, afinal, acredito que só conseguiremos viver em um mundo melhor se começarmos a investir no relacionamento familiar, na educação e cultura dos nossos pequenos. Tornar mais humano esse contato. Nós somos homens, pais, e o nosso papel vai além de prover um lar, temos que prover o coração, semear amor e gratidão. E isso, caro leitor e leitora, dinheiro nenhum no mundo paga.

Doe tempo ao seus, esse é o maior segredo para a felicidade, e o maior tesouro do universo.

“As altas montanhas, as nuvens, as catadupas, os grandes rios, as árvores seculares, serviam de trono, de dossel, de manto e cetro a esse monarca das selvas cercado
 de toda a majestade e de todo o esplendor da natureza.” (José de Alencar, O Guarani - Cap IV, XI)

 
 

 

Giordânio  Lasmar - 

  @giolasmar  

“Publicitário e comunicador nato, há mais de 8 anos com experiência em departamentos de marketing. Ama arte, moda e blogar, idealmente tudo ao mesmo tempo".

 

Festival de Dança de Bambuí