06
Seg, Jul
ptenfres

Ferramentas

Estávamos comemorando o Natal em família  quando de repente, minha filha teve uma idéia: amanhã iremos conhecer São Tomé das Letras.
Ás 07 horas da manhã , já estávamos a postos filhas genros, netas e neto partindo para conhecer esta cidadezinha incrível que já ouvira falar prazerosamente sobre o seu misticismo , lendas e onde impera uma maravilhosa natureza!A pequena e acolhedora cidade mineira nos recebeu com uma chuvinha fina que insistia em cair sobre a a cidade dando-nos as boas vindas!


Como era uma quarta feira ,depois do Natal não foi difícil achar acomodações, porque a cidade estava um pouco vazia de turistas .
Assim que acomodamos as malas no Hotel fomos degustar uma excelente comida em um dos restaurantes situados, na Praça da Matriz
A cidade se encontra na serra que leva o mesmo nome, encravada no alto de uma montanha, a 1300 m, entre as cidades de Baependi e Três Corações.


Foi um encanto poder ver construções de quebrar a cabeça de qualquer arquiteto. Ao fazer um tour pela cidade deslumbramos com construções erguidas apenas com pedras, apoiadas uma a uma, edificações que foram realizadas há mais de 200 anos. São casas, algumas transformadas em restaurantes ou lojas e uma igreja, a Igreja de Pedras, cons-truída no século XVIII pelos escravos. A Igreja de Pedras é um dos mais belos cartões postais da cidade.


Além das edificações encontramos, ainda, ruas calçadas de pedras enormes, por toda a cidade.
A Igreja Matriz também é uma bela construção! Não é de pedra, mas tem seu charme, principalmente na decoração interior típicas das igrejas mineiras.Ao vê-la por dentro senti saudades da nossa primeira igreja da Matriz de Sant Ana . O altar é idêntico ao nosso antigo altar mor !Após algumas fotos no interior e ao fundo da Matriz partimos para visitar o Cruzeiro , que fica mais adiante e num ponto estratégico

. Local mais alto de São Tomé com 1444 m de altitude. Tanto da Pirâmide quanto do Cruzeiro o visual é fascinante, mais adiante do Cruzeiro fica a Pirâmide que é uma construção cuja lenda classifica como um suposto ponto de observação de discos voadores. Na verdade, a Pirâmide é um ponto de encontro da galera. O teto tem o formato de pirâmide e nele assentamos por alguns momentos para admirar a magnífica imagem vista de cima !
À noite, degustamos uma deliciosa comida, em um dos restaurantes do centro da cidade com música ao vivo.
Após um delicioso café da manhã partimos para conhecer as grutas que são bem visitadas em São Tomé das Letras.
Conhecemos primeiramente a Gruta do Carimbado. Reza a lenda que ninguém conseguiu chegar ao seu fim e, se isso ocorresse, chegaria na cidade de Machu Picchu, no Peru

.
Após uma visita rápida a gruta do Carimbado partimos para conhecer as lindas cachoeiras da região.
Encantamos com a cachoeira Véu da Noiva ! É uma beleza rara, situada na estrada que ruma à Baependi. Uma enorme queda d’água para o mergulho dos corajosos e uma piscina natural para relaxar são os atrativos do local.


Assim como a lenda e o misticismo fazem parte da cultura local, a própria origem de São Tomé das Letras é uma lenda. Segundo a recepcionista do Hotel onde hospedamos, no século XVIII, um escravo fugitivo de nome João Antão refugiou-se em uma gruta para não ser encontrado pelo seu senhor. Esse escravo recebera em uma determinada ocasião uma visita de um velho vestido de branco, e foi para esse velho que ele pedira sua carta de aforria. Aforriado, o escravo voltara à fazenda da qual havia fugido para levar a carta ao seu senhor. O senhor, então, resolveu ir procurar o velho na gruta. Chegando lá encontrou apenas uma imagem de São Tomé. A imagem foi levada para sua fazenda. Mas ela, por milagre, aparecera novamente na gruta. Na entrada dessa gruta haviam pequenas pinturas ou inscrições rupestres semelhantes a letras descoberta em 1782. Foi daí que surgiu o nome de São Tomé das Letras.
O senhor, depois do acontecido, resolveu erguer uma capela em respeito a tal milagre, em 1785. Essa capela se tornou uma igreja, a Igreja Matriz citada anteriormente. A pequena gruta ao seu lado é mais uma das atrações turísticas da cidade. Detalhe: a Gruta de São Tomé fica no centro do município. No topo da mesma pode-se avistar a Igreja Matriz em sua totalidade e mais alguns picos.
Sou muito mística e conhecer São Tomé das Letras foi como andar nas nuvens, e sair de lá com as baterias recarregadas de muita energia, paz e tranquilidade!

Por Nancy G Dias

Festival de Dança de Bambuí