17
Ter, Set
ptenfres

Ferramentas



Ao longo desta semana, o Senar Minas está em Bambuí testando mais uma novidade: o curso de Produção Artesanal de Polpa de Fruta. Diferentemente do curso para fabricação de polpas que já existe no rol de capacitações da Formação Profissional Rural (FPR), este, elaborado pela coordenadoria de Promoção Social (PS), destina-se ao aproveitamento doméstico das frutas regionais, que viram polpa congelada.
Dez pessoas estão sendo treinadas, tudo em parceria com o Sindicato Rural de Bambuí. São 24 horas de carga horária sendo ministradas pela instrutora Lorraine Thayla Soares, juntamente com Rosana Fiuza, também instrutora. A analista técnica da PS, Michelle Camila de Paula, que está acompanhando as atividades, explica que “o curso é muito útil, pois ensina alternativas de aproveitamento das frutas da época em outras estações do ano. Os processos de conservação ensinados no curso possibilitam que as pessoas armazenem as frutas por cerca de 6 meses em casa”.
Na opinião da instrutora Lorraine soares, o curso será bem interessante para as donas de casa, pois ele traz métodos de conservação anteriores ao congelamento que mantem os nutrientes das frutas e trazem durabilidade para a polpa. “Também ensinamos os participantes a congelarem a fruta em pedaços e o suco das frutas cítricas. Isso também é interessante porque evita o desperdício das frutas e ressalta a higienização para durabilidade desses produtos”, acrescentou.
Após o evento piloto, o curso passa por avaliações internas no Senar para verificar os ajustes necessários. Depois disso, ele é disponibilizado no catálogo de cursos e pode ser solicitado nas entidades cooperadas do Senar.

 

Festival de Dança de Bambuí